Expressão muito alentejana que significa "basta" ou "já chega". Espaço de liberdade. Galeria de arte pública.

.Ultimamente...

. Se quiserem...

. O verdadeiro amigo está s...

. Onde pára esta sangria?

. Pequim(ninos)

. No fundo, no fundo...

.Sótão

Quarta-feira, 1 de Junho de 2005

Discussão sobre o défice

img002.GIF


Parece íncrivel, há cerca de 2 anos que variadíssimas reportagens de rua, mostram portugueses, de rosto e voz sorridente, resignados com a situação económica do país e dispostos a sacrificar mais ainda a sua qualidade de vida em nome de um sonho que acreditam e a que lhe chamam Portugal. Acreditam pois, imersos na sua ingenuidade que um dia às custas de tanto apertarem o cinto, livram o seu país do sufoco em que está mergulhado.

Atentos, podíamos começar a duvidar do discurso oficial sobre as contas públicas e o défice e essta treta toda, que nos faz a todos, vergar o semblante numa qualquer conversa de café, quando à mesa vem o tema da crise e atentos a essa falsidade espalhada pelo ar e pela boca dos portugueses, poderíamos sentir um discurso úncio , aceitador da realidade iventada, um discurso preso na mente dos portugueses.




Em nome da verdade e contra a mentira, não adormeça o seu espírito!




Injustiça fiscal, défice orçamental e a necessidade de um imposto sobre as grandes fortunas
publicado por Andre às 04:18
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Anónimo a 2 de Junho de 2005 às 18:20
Sorriem porque crêem não haver alternativa e porque crêem na honestidade de quem os governa, grave é querer fazer esta discusão numa mesa de café entre amigos e descobrir que eles são também crentes no discurso únicoLuis Dinis
</a>
(mailto:okayyam@sapo.pt)
De Anónimo a 2 de Junho de 2005 às 18:19
Sorriem porque crêem não haver alternativa e porque crêem na honestidade de quem os governa, grave é querer fazer esta discusão numa mesa de crentes no discurso único.Luis Dinis
</a>
(mailto:okayyam@sapo.pt)
De Anónimo a 1 de Junho de 2005 às 22:15
Um post sério, Vizinho... e de que maneira! Começamos a aprender a sorrir como todos os povos do terceiro mundo...a sorrir com a desgraça, pois o sorriso, finalmente, passou a ser grátis...antes, queríamos que nos comprassem o sorriso, agora... é a única coisa que nos resta. Rimos mais e cada vez somos mais tristes...beijinho da Vizinha. Gostei muito deste post.so12
(http://www.naoeshomem.blogs.sapo.pt)
(mailto:so12@sapo.pt)

Comentar post