Expressão muito alentejana que significa "basta" ou "já chega". Espaço de liberdade. Galeria de arte pública.

.Ultimamente...

. Se quiserem...

. O verdadeiro amigo está s...

. Onde pára esta sangria?

. Pequim(ninos)

. No fundo, no fundo...

.Sótão

Segunda-feira, 15 de Março de 2004

Tornar a morte obscena

Apesar de o assunto continuar bem vivo nas nossas mentes em todas as conversas e em toda a comunicação social, tinha decidido que não ia comentar mais o sucedido em Madrid. No entanto, não resisto a deixar aqui estas palavras:


"Um dia, se sobrevivermos, talvez consigamos tornar a morte obscena, a violência obscena, como obscenos já são o canibalismo, o esclavagismo e os sacrifícios humanos.
Talvez nessa altura possamos deslocar cometas para a atmosfera de Marte e olhar para estes tempos que vivemos agora como um passado primitivo e sem glória.
Isto não é nenhuma profecia, nem nenhuma utopia. Não é um sonho. É uma condição de sobrevivência da Humanidade e está ao nosso alcance. Amanhã ou depois."

Mário de Carvalho, Tornar a morte obscena, in Le Monde Diplomatique-versão portuguesa, Outubro de 2001, pag.2
publicado por Andre às 13:49
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Anónimo a 17 de Março de 2004 às 02:33
Na nossa condição de peões no xadrez de guerra que praticam por nós no "Terrabuleiro", não permitamos que o medo nos seja imposto. A nossa voz é mais forte unida e a mensagem de entendimento e Paz que soubermos gritar, passará.
E... o peão também pode comer o Rei...André
(http://temavondo.blogs.sapo.pt)
(mailto:andre.claudio@mail.pt)
De Anónimo a 17 de Março de 2004 às 02:22


Também nós vivemos agora em medo e insegurança. Hoje vinha de viagem e fiz de barco e comboio e reparei que não há controlo de bagagens, se alguem se lembrasse de por uma bomba no barco, teriam morrido mais de 400 pessoas. è incrivel, que o governos que fazem a luta anti-terrorista, recusam-se terminar com a luta armada, recusam-se a ouvir o que a facção terrorista pretende, alias eles sabem, eles sabem que os terroristas, pretendem acabar com a injustiça e os atentados à liberdade cometidos plos EUA, por exemplo.

ontem vi imagens dos bombardeamentos no Iraque, e aquilo não nos meteu medo, mas devia, porque na verdade, em cada bomba daquelas, estava mais poder de fogo, que nas quatro usadas em Madrid, só que o mundo não sentiu e viu o poder de destruição delas. Apos o 11 de Setembro, no Afeganistão, morreram mais de 100 milpessoas nos ataques de retaliação, e que o mundo disse, serem justos, quando de verdade, nunca saberemos quem destruiu as torres e mesmo que fosse a tal organização, a população civil não tem culpa. Desta vez, eles alertaram para isso, não se iriam preocupar com as vitimas civis, porque no Iraque e no Afeganistão, ninguem se importou com eles.

è tempo de medo e de terror...o líder do Hamas, afirmou o ano passado que iriamos entrar na segunda fase do terrorismo, e se a 1ª já é feia, imagino a 2ª e a 3ª e a 4ª. Esta luta não pode continuar a ser travada, é injusta, morrem as pessoas inocentes e os politicos, escapam ilesos, magoados na alma pelos atentados nos seus paises, mas não sofrem a dor directa da violencia. Esta luta é um absurdo e não pode ser vencida, é desigual, mesmo todo o arsenal bélico do mundo, não venceria esta luta, ficariamos todos derrotados. A grande luta é a perca da biodiversidade, a destruição do planeta, a destruição do Homem enquanto especie, e afinal, já estamos a apressar esse tragico fim, eliminando alguns pelo poder da ignorancia.

Parabens ao novo Ministro Espanhol, pela coragem nas suas afirmações, pela posição europeista que tem e não de seguidismo face aos EUA. Parabens pela escolha dos cidadãos espanhóis...desejo-lhes muita sorte e que um bem haja, paire sempre sobre as suas almas.

Em Portugal, que é uma provincia de Espanha e no resto do mundo que travou combate contra o Iraque, que Deus os proteja. Saiu caro, querer estar no centro do mundo no conflito Iraquiano, irá sair caro a Portugal.a imagem sorridente e hipócrita do nosso Primeiro-Ministro Durão Barroso, no conselho de guerra feito nas Lajes...que Deus nos proteja da ignorancia e incompetencia política!

Luis Dinis

(só por curiosidade e absolutamente fora do tema, é columbófilo? ou partilha algum interesse pela aves em geral? um abraço!okayyam
</a>
(mailto:)
De Anónimo a 16 de Março de 2004 às 06:03
nada sobre madrid. aqui os ventos são outros. conheci seu blog procurando informaçoes sobre pombos(!!!!). mas é ótimo assim, visite o
campominado, o blog mais sem noção da nação brasileira.ev
(http://campominado.tk)
(mailto:everderame@hotmail.com)

Comentar post