Expressão muito alentejana que significa "basta" ou "já chega". Espaço de liberdade. Galeria de arte pública.

.Ultimamente...

. Se quiserem...

. O verdadeiro amigo está s...

. Onde pára esta sangria?

. Pequim(ninos)

. No fundo, no fundo...

.Sótão

Domingo, 4 de Julho de 2004

A HISTÓRIA QUE SE REPETIU

à semelhança do primeiro confronto...que tristeza.


RONALDO.JPG
publicado por Andre às 23:00
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Anónimo a 6 de Julho de 2004 às 15:04
Discordo de quem julga que a Grécia não joga futebol. Recordemos o jogo entre a Holanda e a República Checa, no qual os holandeses venciam por 2-0, remetendo então o seu jogo para a defesa do resultado e assim sendo, costuma-se dizer na gíria futebolística que quem joga à defesa tende a perder o jogo e foi exactamente o que aconteceu por o resultado de 2-3. O que eu duvido, é que a Grécia vencendo por 2-0, fosse alguma vez perder o jogo. Jogar a defender e vencer é para os melhores, só mesmo os melhores o conseguem fazer. Dos jogos que vi a Grecia disputar tive a oportunidade de ver um futebol simples, directo e com algumas jogadas muito "perfumadas". Tiro-lhes o chapéu, souberam vencer com mmuita classe este europeu. Menos classe teve o senhor da baliza, que frente a este adversario no total dos dois jogos, deus dois monumentais frangos que ninguém quer assumir. Já está, tinha de ser, talvez estivesse escrito, esta derrota começou a desenhar-se com a saída do Miguel, que no meu entender, caso tivesse jogado os dois jogos contra a Grecia, talvez Portugal não tivesse perdido esses mesmos jogos. Do pouquinho que percebo de futebol, considero a presença desde jogador fundamental na manobra ofensiva da equipa. Ficou-me provado, que há uma gigantesca diferença entre o nº 2 e o nº 13 da selecção. Para ser o melhor nº2 da Europa é preciso fazer muito mais do que o Paulo Ferreira fez. Tinha que ser e foi! Luis Dinis
</a>
(mailto:)
De Anónimo a 6 de Julho de 2004 às 14:30
Um abraço a todos os que, apesar da derrota, não deixaram de fazer a festa. Apesar dos dissabores da derrota muitos tem valorizado a união de todos os portugueses e a excelente promoção do país fundamental para o turismo. VIVA TUGAL! (Só tenho pena que a "cara lavada" só tenha chegado a algumas cidades e que as outras, principalmente as do interior, tenham de ficar à espera de um outros "euros" ou acontecimento que as requalifiquem em tempo record ao nível de estradas,acessos,infraestruturas e outros, necessários para o seu desenvolvimento. ABRAÇO TUGA belota brava
(http://cha_parro@portugalmail.pt)
(mailto:cha_parro@portugalmail.pt)
De Anónimo a 5 de Julho de 2004 às 12:34
não foi um triunfo merecido.

eles não jogam futebol: defendem-se do futebol dos outros.

pelo menos conseguimos provar a toda a gente que somos capazes de muito, muito mais do que aquilo que todos nós pensávamos.

viva nós, os portugas, capazes mas com um "fado" muito "fatídico"espojinha
</a>
(mailto:)

Comentar post