Expressão muito alentejana que significa "basta" ou "já chega". Espaço de liberdade. Galeria de arte pública.

.Ultimamente...

. Se quiserem...

. O verdadeiro amigo está s...

. Onde pára esta sangria?

. Pequim(ninos)

. No fundo, no fundo...

.Sótão

Terça-feira, 13 de Julho de 2004

O drama do fogo está mais perto de nós

wer.jpg Foto Nuno Veiga/Lusa

O incêndio, que mantém três frentes por circunscrever, deflagrou às 12h00 de segunda-feira próximo da aldeia de Alqueva, no concelho de Portel, e desde então propagou-se para Sul, atingindo a área do concelho da Vidigueira.

Tendo começado junto à estrada que liga as povoações de Alqueva e Marmelar, já vai na ordem dos milhares de hectares.

Custa mais quando o fogo é aqui tão perto e em zonas que conhecemos tão bem...
publicado por Andre às 20:35
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Anónimo a 13 de Julho de 2004 às 21:43
eu estou a ver o vermelho das chamas apartir da minha casa e recordo-me de um grande amigo nosso que no ano passado, "discutiu" acérrimamente comigo, que só ardem neste país as matas de eucalipto, pois, á vista de todos nós, está a verdade que ele não queria ver. Lamento com tristeza isto. 600 mil árvores desmatadas numa área de possível acorrência de Lince ibérico e agora, o fogo, vai consumindo o que ainda resta, em causa, fica o nosso património natural e diminuem as hipóteses de exploração turística com base neste ecossistema. Estou angustiado, com a visão simplista da comunicação social, se não há populações em risco, mais nada tem valor e angustiado com o discurso político, que todos os anos remete para as condições climatéricas o principal obstáculo ao combate ao fogo, somente por não querer reconhecer que o principal obstáculo é a falta de meios humanos e materiais. Nem sei o que dizer. Eu aqui, a natureza ali, esta visão antropocentrica vai custar-nos muito caro no futuro, afinal, isto devia ser Eu aqui a natureza aqui (em mim). Haja muita, muita paciência.Luis Dinis
</a>
(mailto:)

Comentar post