Expressão muito alentejana que significa "basta" ou "já chega". Espaço de liberdade. Galeria de arte pública.

.Ultimamente...

. Se quiserem...

. O verdadeiro amigo está s...

. Onde pára esta sangria?

. Pequim(ninos)

. No fundo, no fundo...

.Sótão

Terça-feira, 21 de Setembro de 2004

O Corvus monedula, "as pretas que lá andam"

Corvus_monedula.jpg





Eis a Gralha-de-nuca-cinzenta, que talvez por ser o corvídeo mais pequeno passe diante dos olhos das pessoas sem que elas as vejam. Em tudo semelhante às restantes gralhas da sua família, não é facilmente visível à distância. De hábitos gregários, em que podem formar bandos até 100 indivíduos, esta espécie contou com um consideravel aumento nos ultimos 6 a 7 anos na nossa cidade. Onde aqui há uns escassos anos era uma raridade e um privilégio observar um destes individuos, timidamente envoltos no cinzento do "nosso inverno", é hoje, para gáudio de muitos amantes destas criaturas, um prazer de fácil contemplação quando se precorre toda a zona envolvente do Castelo de Beja.




Ave residente, pode ser vista quase todo o ano e uma cuidada observação dos seus voos acrobáticos e grasnos fortes, podem constituir um espectáculo de grande beleza a quem visitar esta cidade. Que esta nunca perca o seu grau e carga medieval que ainda possui e por esta razão, deseja-se que a sua conservação vá além do respeito pela vida, dos acordos legais estabelecidos pela directiva das aves, da paixão e da beleza, da importância das espécies. Que vá tão somente, ao recurso turístico que as aves podem potenciar.




Aqui há uns dias, um debate lançado no 2 canal da RTP, sobre o plano zonal de Castro Verde, liderado pela Liga para a Protecção da Natureza (LPN), a responsável dava conta do caso de um Holandês, residente em Espanha, que tinha uma propriedade vocacionada para o birdwatching e fotografia de natureza, com taxas de ocupação fortes, a preços nada acessíveis ao comum dos mortais, várias pessoas ali se deslocavam a fim de fotografar estas preciosidades do mundo. Em jeito de conclusão, ela salientava ainda a sabida supremacia do Alentejo no contexto europeu como destino de observadores de aves de toda a europa, os vulgares "Birdwatchers"




Ficha Técnica do Corvus monedula




Aspecto geral: tipo corvo
Comprimento:32-34 cm
Habitat: cidades, charnecas, escarpas marítimas. bosques e sebes
Comportamento: caminha, pousa em campo aberto, levanta voo tanto da vegetação como do solo.
Gregarismo: 1-200
Voo: eleva-se em altura; plana, mergulha em voo picado; laborioso e directo
vocalização: kya de tom agudo; um distinto tchak




IDENTIFICAÇÃO



Adulto
coroa: preta, nuca cinzenta
Parte superior: preta
Uropígio: preto
Cauda: preta; comprimento médio, quadrada.
Garganta: preta
Peito: preto
Abdomém: preto
Bico: preto, comprimento médio



REPRODUÇÃO



Ninho: variável; feito de ramos ou em árvores, ou buraco de um penhasco, também fendas em edifício ou chaminés
Ovos: 4-6, azul-claros, com manchas castanhas.
Incubação: 17-18 dias feita pela fêmea
Crias: indefesas, penugentas
Primeiro voo: 28-32 dias
Posturas: uma, de Abril a Maio
Alimentação: vermes, crias de aves, ovos pequenos, mamíferos, cereais.
População: vários milhões
publicado por Andre às 04:22
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Anónimo a 23 de Setembro de 2004 às 17:18
Gosta do país em que vive?


Sondagem em

www-de-tudo-um-pouco.blogspot.comDe Tudo Um Pouco
(http://www.de-tudo-um-pouco.blogspot.com)
(mailto:de-tudo-um-pouco@mail.pt)

Comentar post

.Andrei

.Busca!

 

.Compadres

.Visitantes

free counter