Expressão muito alentejana que significa "basta" ou "já chega". Espaço de liberdade. Galeria de arte pública.

.Ultimamente...

. Se quiserem...

. O verdadeiro amigo está s...

. Onde pára esta sangria?

. Pequim(ninos)

. No fundo, no fundo...

.Sótão

Domingo, 3 de Outubro de 2004

4 de Outubro - Dia Mundial do Animal e do Médico Veterinário

Puma1.JPG Foto: André

Festeja-se hoje o Dia Mundial do Animal e do Médico Veterinário.


O animal, seja ele doméstico ou selvagem ( entenda-se a viver em liberdade), representa muito do que nós um dia fomos e muitas vezes teimamos em esquecer. Representam as emoções no estado mais puro, sem ruídos ou limitações. Representam (os selvagens) a liberdade que nos gabamos de ter conquistado, mas de que não conseguimos usufruir. Representam a amizade e lealdade incondicional, características que consideramos imprescindíveis num bom amigo.

É também o dia do Médico Veterinário, que deve ser sempre o melhor amigo dos animais, não só no acto clínico, mas também nas suas atitudes diárias. O sentido ético que rege os Veterinários, que os leva a encarar a vida e saúde dos animais como uma missão, tem de superar os limites do consultório, levá-lo de encontro com as autoridades, com as populações, divulgando a urgência da conservação das nossas espécies bravias e nunca se cansando de lutar contra as problemáticas relacionadas com os animais de estimação nas sociedades modernas.

Nessa óptica, e aproveitando o mote dado por esta comemoração, iniciarei aqui uma reflexão periódica acerca dessas questões, sempre com Beja como pano de fundo (aceitam-se sugestões para os tópicos).

Ah! E não se esqueçam: Hoje tenham um gesto especial para com um animal!


publicado por Andre às 23:53
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De Anónimo a 16 de Outubro de 2004 às 10:06
Ainda bem que divulgaste o dia do animal e do veterinário. Amo os bichos e sofro com o modo desumano com que são tratados. Não raras vezes penso como actuarei no dia em que um bicho indefeso se me atravessar à frente do carro...Sei o que recomendam...não sei se o conseguirei fazer. Quando deixarmos de considerar os animais como peças que só interessam enquanto estão novas, pouco se pode dizer que a sociedade evoluiu. bombeira
</a>
(mailto:)
De Anónimo a 10 de Outubro de 2004 às 23:58
ups! n me dei conta. mas hoje vou dar montes de beijinhos aos meus gatos para os compensar :)a outra margem
(http://aoutramargem.blogspot.com)
(mailto:aoutramargem@hotmail.com)
De Anónimo a 6 de Outubro de 2004 às 00:48
Nunca me esqueci de um autocolante que um dia vi num carro...dizia "veterinários conduzem como uns animais!!"... e são uns anjos da guarda.doula
(http://doulasdeportugal.blogspot.com)
(mailto:doulasdeportugal@hotmail.com)
De Anónimo a 4 de Outubro de 2004 às 08:48
Brigada por demostrares seres o que eu chamo "um veterinario".Fizeste-me recordar o senhor que um dia salvou um gato que eu tinha.Esse gato tinha caido do 4° andar.Ficou paralisado.Um veterinario queria eutanasiar o Samy,mas houve um que decidiu fazer o necessario para o ajudar a viver.Passei dias e noites a cuidar dele e viveu, recuperou o uso das patinhas.Viveu feliz e, infelizmente, com 15 anos ajudamos-o a morrer.Sabes o que é eu fazer festinhas a ele enquando se ia?Olhar naqueles olhinhos agarrados aos meus?Ficou gravada a imagem em mim.Tens uma das profissões mais lindas do mundo André.Parabens, e um beijo.Porta_chaves
</a>
(mailto:)
De Hugo Jorge a 4 de Outubro de 2007 às 11:40
Gostei de conhecer este blog. Sugiro uma visita ao meu blog

http://pazoriginal.blogspot.com/

Comentar post