Expressão muito alentejana que significa "basta" ou "já chega". Espaço de liberdade. Galeria de arte pública.

.Ultimamente...

. Se quiserem...

. O verdadeiro amigo está s...

. Onde pára esta sangria?

. Pequim(ninos)

. No fundo, no fundo...

.Sótão

Segunda-feira, 24 de Janeiro de 2005

Foi o vento que me trouxe

solidariedade.jpg


Faz muito tempo que não me sentava em frente deste ecrã, tentando verter para o seu interior algumas palavras, na esperança de, no fim, ao reler para publicar, pudesse encontrar algumas linhas mestras de pensamento, dando assim uso a este espaço, para que me sirva de catarse.

Muitas coisas se têm passado na minha vida desde o último post. Umas boas e outras más. Tem sido um período de muitas incertezas, mas também de muitos sonhos...e de muito trabalho para os realizar. Também de muitas mudanças (sinto-o). Falta-me tempo para a introspecção, mas sei que quando o fizer descobrirei que estou diferente. Espero que para melhor... Continuo rodeado das pessoas que amo e que sei que me amam, mas sinto-me afastado dos meus amigos.


Questiono-me se será saudável não ter tempo para tudo o que gostaria de fazer nas 24 horas do dia e penso muitas vezes se é este o caminho certo. Deverei sentir-me assim? Serão as dificuldades factos incontornáveis da vida ou tudo depende daquilo que classificamos como dificuldades? E serão as minhas (assim classificadas como) dificuldades legítimas/reais face aos problemas muito maiores de outros? Quando penso nisto chego à conclusão de que não. E sinto voltar a mim as forças de que necessito para trilhar o meu caminho.

A actual situação política desinteressa-me profundamente. Não porque os problemas do país não me interessem, mas porque sinto que devo antes preocupar-me em cumprir o que acredito ser o meu papel para o colectivo, neste momento. Desenvolvo um projecto pessoal, com entusiasmo e confiança, com mentalidade positiva de que tudo correrá pelo melhor. Com isto julgo estar a fazer o meu papel na sociedade em que me insiro e julgo, segundo os meus moldes de raciocínio, estar a tentar trilhar aquele que acredito ser o caminho.

A todos os que lerem estas palavras, escritas à velocidade do raciocínio, obrigado porque fazem parte deste veículo que, volta e meia, me ajuda a por as ideias no lugar.
publicado por Andre às 22:21
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De Anónimo a 1 de Fevereiro de 2005 às 12:17
Pessoalmente acredito na paixão pelo que fazemos sem me preocupar demasiado nas consequências, se serão boas ou não. Que sei eu do futuro? O futuro é cada dia que passa. Contribuir, a nosso modo, para aquilo em que acreditamos ser o melhor, deveria ser a nossa "missão" maior.
Força, caro amigo.pedra
(http://pedra)
(mailto:noitibo@iol.pt)
De Anónimo a 31 de Janeiro de 2005 às 09:15
Cara doce, cumprir um sonho ou um projecto, que é do que escrevo, não subentende obrigação. Aliás nada podia estar mais afastado da realidade. BeijoAndre
(http://temavondo.blogs.sapo.pt)
(mailto:andre.claudio@mail.pt)
De Anónimo a 28 de Janeiro de 2005 às 22:07
É desagradável ter de CUMPRIR com algo, por obrigação e contrario ao nosso desejo.Porque tens de o fazer?
Gostei imenso do titulo do teu blog e atrevo-me a sugerir: porque em vez de molhar a sopa não escreveste uma molhadela?...rs...tudo de bom para ti. bjsdocerebelde
(http://Docerebelde.blogs.sapo.pt)
(mailto:DoceRebelde@hotmail.comdd)
De Anónimo a 28 de Janeiro de 2005 às 10:25
que todos os teus projectos tenham sucesso André e que a vida seja doce para todos nos né? Joka pra vocês...
porta_chaves
</a>
(mailto:)
De Anónimo a 26 de Janeiro de 2005 às 10:28
É muito bom ter projectos. É bom vê-los nascer e ajudá-los a crescer. Tamos aí...ladolunar
</a>
(mailto:paulacosta56@hotmail.com)
De Anónimo a 25 de Janeiro de 2005 às 21:42
desisto andre faz 5 dias que nao consigo entrar para postar e tinha uma novidade para anunciar aqui...raios do server.okayyam
</a>
(mailto:)
De Anónimo a 25 de Janeiro de 2005 às 15:20
É com grande satisfação que volto a ler as tuas palavras...as saudades que tinha de te ver aqui amigo andre.Luis Dinis
</a>
(mailto:)

Comentar post